sábado, julho 18, 2009

Marés Vivas 2009

A proximidade de Aveiro ao Porto tem destas coisas. Permite-nos ir à capital nortenha com moderada frequência, quer seja para fazer compras, ir ao teatro ou simplesmente passear e sentir o pulso à cidade, coisa que, confesso, a mim me encanta particularmente. E permite-nos também ir a festivais que acabam de madrugada e ainda assim conseguir dormir em casa (mesmo que lá cheguemos já bem depois do nascer do Sol), o que evita algumas preocupações.
Posto isto, ontem fomos ao festival Marés Vivas, que não sendo no Porto, é na vizinha Gaia.
Nada de realmente negativo tenho a apontar ao festival até porque sendo o meu único ponto de comparação o Rock in Rio (sou verdinha nestas andanças, claro está), tenho noção do quão injusto seria qualquer comentário de carácter comparativo. Mas sim, o recinto até era bastante agradável, com uma vista magnífica sobre o Douro e o Porto, e o vocalista dos Kaiser Chiefs, cabeça de cartaz deste primeiro dia, esteve absolutamente imparável.
E claro, foi bastante divertido. Perdi a conta às gargalhadas estridentes que soltei e aos disparates que disse durante a noite, embora o deva sobretudo à companhia.
Já o final da noite não foi tão agradável. Lembrámo-nos que era capaz de ser agradável ir até à estação...a pé, o que acabou por se revelar um tremendo disparate. Chegámos estafados, bem encarnadinhos e espojamo-nos nos bancos como quem esperou anos por aquele momento. Os passageiros mais sérios, pouco dados a esta roda-viva de festivais e que já se encaminhavam para os seus locais de trabalho, olhavam-nos de soslaio como que pensando "pff, palermas da província!"

2 comentários:

girlsaredeathproof disse...

Ouvi falar muito bem do Marés Vivas :) Deve ter sido realmente um bom festival!

E se como dizes, ainda és verdinha nessas andanças, com o tempo vais-te aperceber que festivais são das melhores coisas do mundooo ^^

Beijinho *

Joana Filipa disse...

Aii olha quando a senhora me mostrou o pincel e disse que era melhor que a esponja fiquei a olhar do genero " WTF?"..mas ja estive a experimentar e é OMG OMG!!!

Queria tanto ter ido ao festival =/